Skip to main content

‘Temos Trabalhado Com Fundos Cujo Plano É Localizar Um Nicho Em Portugal’

Resposta.- O mercado está se movendo e é prazeroso e essencial. Os planos de reestruturação de umas entidades determinados e aprovados pelo Banco de Portugal, entretanto bem como aqueles que se deram conta de que necessitam se concentrar no seu negócio core.

Que o modelo de banco universal não vale para todas. P. – Por que adquirir imediatamente? R. – Há 6 meses, também houve transações mais pequenas, sobre as carteiras de créditos, contudo, fundamentalmente, em razão de a comoção investidor mudou. Não irei discursar que é 100% positivo, todavia é muito mais do que antes.

foi relaxado o spread, que introduziu muitas reformas e estão visualizando alguns sinais muito precoces de recuperação. Não sou dos que acreditam que o pior neste instante passou, entretanto há sinais de um futuro melhor no médio período.

Os comitês de crédito de muitos investidores existe um ano e meio ou 2 deram a ordem de que em Portugal, nada, porém não é o caso. Desde novembro estamos mais em contacto com os fundos interessados em Espanha do que nunca. Estão todos nesse lugar, não falta um. Antes de fazer transações, há que se fazer um curso, dizer com as pessoas certas, escolher os conselheiros, negociar, e isso leva muitos meses. P. – como Veremos grandes acordos?

R. – Desejo o haja por fração dos investidores. Talvez não se dêem todas as vantagens que você poderá ter o vendedor, mas é pergunta de insuficiente tempo. P. – Predomina o imobiliário? R. – É uma das grandes preocupações com o volume que representa. No entanto o interesse dos fundos não apenas imobiliária, nem ao menos muito menos.

Vamos ver logo operações não ligadas a este setor. Pense em alterações normativas sobre isto empréstimos reestruturados e refinanciados. Isto necessita ser um catalisador pra acompanhar mais negócios. Há muito interesse também no setor industrial. Não em organizações muito grandes, contudo, sim, no setor industrial e hoteleiro.

Em energias não há amplo coisa de instante pela incerteza. R. – Há muito interesse em clínicas privadas, sim. P. – Falamos de fundos abutre? R. – Não, em absoluto. E é a avaliação compartilhada na maioria dos que nos dedicamos a isto. Ninguém o faz por caridade ou altruísmo, os gestores procuram rentabilidades como quando você compra ações, uma vez que quer dividendo e o ganho.

há Os que podem ser mais agressivos nos preços do que outros, todavia fundo abutre no sentido de aproveitar e oferecer um pau, pra nada. P. – Alguém como Apollo leva bastante tempo pra fazer compras. R. – E não apenas Apollo.

  1. 8 Seguro de viagem
  2. tabela de Aeroportos por tráfego de passageiros (2012)
  3. Cadeia de caracteres desenvolvida por hotéis nacionais próprios
  4. três Jus ad Bellum, ou certo à luta
  5. dois visão geral 2.1 Magento Open Source
  6. Puigdemont vê potencial pela Catalunha pra competir com o Vale do Silício
  7. 22 h. Higuaín: “O Dybala? Todos nós desejamos que você fique pela Juve”

Centerbrige comprou Aktua de Banesto ennoviembre e aumentou 20%, o paradigma com uma pretenção muito clara. Peper, que comprou os empréstimos de Celeris, assim como deu uma volta ao plano de desenvolvimento. Não é comprar pra revender em dois anos. Há a todo o momento uma pessoa que tenta conquistar preços, mas a amplo maioria tem a versão a médio tempo.

P.-você Está puxando os preços? R. – Em absoluto. Alguns dos processos foram além do calendário fixado para não ter que vender a cada preço. Nem o vendedor público nem sequer o privado vai aceitar qualquer coisa e condição. Na atualidade, não há exagero de oferta. Verdadeiramente, não há tantísima, visto que há pessoas que ainda não tomou a decisão de vender ou que tuas pretensões são muito altas. Se se olham o que aparentemente está à venda e o que de fato é vendável existe um trecho. Não somam as expectativas. P. – Há ainda bombons? R. – Sim, existem muitas organizações muito saboroso e que são mais vulneráveis do que há dois anos e mais dispostas a ouvir o credit crunch que há.