Skip to main content

Marc Bolan, Sombra E Cocaína

Marc Bolan corre pelas veias de quase todos os grupos de rock’n’roll, bem que não o saibam. Mesmo que detesten seus discos. Ele chegou e mudou tudo, embora morreu prematuramente em 16 de setembro de 1977, com apenas 29 anos. Sua pegada é claríssima em dezenas de artistas, desde lendas do rock internacional como David Bowie até bandas destacadas do indie nacional como Sidonie. “Dizem que os meus pais me puseram Marc por Marc Bolan, deste jeito para começar eu devo o meu nome”, diz o vocalista da banda catalã, Marc Ros.

“Este caso criou um vínculo muito forte com o músico londrino, e de imediato com 5 anos, pedia para que me pusessem o “The Best Of T. Rex” (essa compilação com a capa de quadrados de cores) no toca-discos. Efetivamente, a estética desempenhou um papel fundamental na ascensão de Bolan os altares do rock.

  • Estão sujeitos à obrigação de dar uma Única Conta
  • 15:29. ¡¡40 QUILÔMETROS Pro Final DA FASE
  • 65km to go
  • sete Etapa 7 (Costa Rica → Arizona, nos EUA. (EUA)
  • Em directo: Assim vivemos o duelo de Carranza

O colégio não era pra ele. Um de seus colegas de classe, que dividiu mesa com ele durante quatro anos, alegou que era “muito místico” pra a universidade. Com catorze anos, Marc se deu conta de que estavam ensinando coisas que não queria estudar” e abandonou os estudos. Decidiu se tornar uma pessoa famoso, mas ainda não sabia como.

Talvez seja modelo ou ator, contudo devido a guitarra que tua mãe havia lhe dado de presente por teu aniversário, puxou pra miúdo a música. Em 1964, gravou seu primeiro single, uma versão de “Blowing in the wind”, que foi bastante desastrosa. Queria ser um herói popular, entretanto faltava dar um toque pessoal. E encontrou-o em Paris, em uma viagem em que conheceu um obscuro personagem especialista em numerologia e magia negra com o que ficou fascinado.

Fruto desta experiência foi o single “The Wizard”, uma música sublime que, todavia, não alcançou o sucesso esperado. The Who os escolheram como banda de abertura pros concertos pela Alemanha, todavia a meio da viagem foram expulsos da turnê por causar revoltas na audiência.

a Caminho de residência, passaram pelo Luxemburgo e lá se encontraram com um cartaz que anunciava um show de Ravi Shankar. Marc decidiu ficar a vê-lo, dando com outro ponto de inflexão em sua visão artística. Esta formação gravou três discos cargadísimos de “flower power”, um movimento do que Marc começou a distanciar-se, insuficiente a pouco, ao contrário do teu companheiro, cada vez mais envolto numa existência eremita e imprevisível.

A separação não se fez aguardar, e segundo ele encontrou um subcessor não tão virtuoso, no entanto sim muito pintón, o guaperas Mickey Finn. Com ele editou o teu primeiro disco elétrico, “A barba of stars”. O passo seguinte era claro: contratar um baixista e um baterista, e formar um grupo de rock’n’roll com todas as de lei. “Segundo ele idealizou o Glam Rock”, reconhece Marc Ros de Sidonie. O disco, referido por Rosa, publicado em 1972, é um daqueles álbuns que todo fã do rock’n’roll precisa render-se antes ou depois. “T-Rex foi uma volta às origens do Rock’n’Roll”, diz Rubén Poço. Diversão, frenesi, configuração de frente pro sesudo, que estava voltando de todo o álbum da primeira metade dos anos 70 do século passado.