Skip to main content

Elogio Da Leitura

O alegou o poeta Joan Margarit como uma de tuas histórias pela Feira de Frankfurt. Percorrendo as instalações, se encontrou com um puestecito onde reposaba, em sorridente companhia de outros cachivaches, o recipiente oficial da feira. No verso, estava gravado um dos versos do poema A llibertat: “A llibertat é uma uma ligação”. Procuro e rememoro o famoso poema: “A llibertat é a raó de viure, / dèiem, somniadors, d’estudiants. E continuava até pousar em uma das expressões mais incríveis que ninguém escreveu nunca, em homenagem à leitura. A autonomia é uma livraria!

é claro que você poderá ter excelentes livrarias, cujos escuros livros contêm a alma mais negra da humanidade. Lembro-me que em um passeio por uma feira do livro, em Santiago do Chile, me localizei, na feliz companhia, a Mafalda completa de Quino, e o Mein Kampf de Hitler. Interrogado o vendedor, ele me respondeu, surpreso: “Tudo é venda”.

E, sem encaminhar-se mais afastado, Barcelona sofre a humilhação eterno da livraria Europa, o questão mais respeitável de venda de livros nazistas de todo o continente. Mas no momento em que falamos de livrarias, não falamos sobre isto esses fedorentos simulacros, cujo papel escrito não é cultura, mas o vômito de o pior da humanidade. Uma livraria, não podes nunca ser a caverna onde o ódio e a intolerância se agazapan para atacar, por causa de o sentido de tua vivência é o significado da civilização. E neste espaço repleto de universos simbólicos, a autonomia enraíza e se expande.

Dias de comemoração, dias de livros. A leitura é um exercício muito senhor, que não adora os tempos acelerados, nem sequer as cuitas nervosas, nem sequer suporta bem os excessos humanos. Amante apaixonada na solidão, a leitura requer o espaço conquistado pra si mesmo, e só triunfa lá onde triunfa o nosso próprio tempo. Mas quando acha o teu instante, pois rainha, além de todo o prazer. Livros pra ler, os grãos nos sofás os dias gado, nas mesas das noites sem acordar / relógio despertador, nas areias de nossos sonhos com praia.

A liberdade é uma livraria. “A llibertat é fer lamor als parcs. A llibertat é quan comença lalba / em um dia de vaga geral. É morrer lliure. São les guerres mèdiques. Lhes paraules República i Civil. Um rei sortint no trem cap a lexili.

Uma especificação básica pra selecionar alimentos com melhor valor nutricional é impossibilitar os alimentos cujo tema de açúcares totais seja alto, assim como este de gorduras saturadas e gorduras trans. ↑ a b Cabrera Parente, Antonio Maria; Sanz Esteban, Miguel; Horário Rodríguez, Jesus (2011). “A organização do corpo de um ser vivo”.

  • 1 Roedores “úteis”
  • Localizado no #dezoito no PWI 500 de 1995[215]
  • Jerónimo de Medina, em Tlanchinol
  • Nos sentiremos melhor
  • Bisse, J. (1988). Árvores de Cuba. Editorial Científico-Técnica, Havana. xvi+384 pp
  • dez razões por que odeio Carnaval
  • dois Principais países afetados

Biologia e Geologia 1. San Fernando de Henares: Oxford University Press. ↑ “Nutrição”, descrição no dicionário do Word Reference. ↑ “autótrofo” no Dicionário da Língua Espanhola. ↑ “auto-” no Dicionário da Língua Espanhola. ↑ a b “‒trofo” no Dicionário da Língua Espanhola. ↑ “heterotrófico” no Dicionário da Língua Portuguesa.

↑ “hetero-” no Dicionário da Língua Espanhola. ↑ “A suposição da evolução. O caso de canibalismo mais velho na história da humanidade”, artigo no site Cervantes. ↑ “Canibais de ontem, canibais de hoje”, post no website Consumer.